quinta-feira, setembro 27, 2007

Prioridades



Que os media são feitos de camadas toda a gente sabe, camadas de prioridades que dão a diversos assuntos níveis diferentes de prioridade e importância. É normal que as noticias do mundo sejam mais importantes que as noticias do bairro. É normal que um acontecimento de última hora passe a frente de reportagens nos alinhamentos. No entanto parece que anda tudo maluco! Revolta-me esta mania portuguesa de se enganarem nas prioridades. Que a chegada de José Mourinho possa constituir um elemento noticioso ainda que posso concordar. Agora que justifique um directo? Nem pensar. Que justifique um directo que interrompa uma entrevista? Cresçam!!!!!

E considerem-se com sorte por não dissertar sobre o maldito caso da Maddie McCain que já estou com ela pelos cabelos e a rezar para que a malta se cale.

Se a nível mundial existem diversos tipos de imprensa, em Portugal é tudo varrido a tablóides por igual!

2 Tremuras:

* Loira * disse...

Olha tb só soube disso durante o meu mega almoço com mousse de chocolate e regado com planalto (hihihi) ... mas voltando ao tema original, é nestas alturas que tenho vergonha de ser Tuga!!!

catarina disse...

vamos lá "priorizar" as coisas: não, a chegada de josé mourinho não justifica um directo, muito menos que interrompa uma entrevista... A NÃO SER QUE o senhor entrevistado seja esse palhaçito de direita. o tal que, quando era primeiro ministro, pagava com os impostos de todos nós um número plural de assessores de imagem. 'tá bem, abelha. ele é, sem qualquer dúvida, um exemplo de integridade... sabe exactamente distinguir o que é importante do que é superfluo... e eu sou a legítima herdeira do trono sueco.

(este verão, numa discoteca de albufeira, tive a infelicidade de chocar com este senhor. que parece um borreguinho, tão-gordinho-tão-fóóóóóófinho.)

Enviar um comentário