quinta-feira, novembro 08, 2007

30 Days of Night


Filmes de terror não são mesmo o meu género. No entanto sinceramente estava a espera de pior.. ou melhor!

Ontem fui mais a uma ante-estreia no Arrábida. Após debater-me com convites recusados (o costume) acabei por não levar par. A M. e o B. fizeram-me companhia.
Agora.. sobre o filme: A ideia está muito engraçada, mas muito mal explorada. No meses de inverno, as povoações no norte do hemisfério têm prolongados tempos sem sol. Perfeitamente normal, no entanto no filme parece que:
1. De um dia para o outro o sol simplesmente desaparece e no fim de 30 dias, volta tudo a normalidade.
2. Durante um mês inteiro, uma pequena cidade pode ficar cortada do resto do mundo sem que ninguém note.
3. No meio da neve, é perfeitamente concebível passar dias sem luz, água ou comida.

Isto para não falar dos vampiros sedentos. Acho que até eles no final de 2 ou 3 dias se fartavam de tanta mortandade. No fundo o filme poderia ser passado numa noite que ninguém notava a diferença - era só tirar as cenas em que dizem os dias.

Gosto de pensar que estes filmes são autênticos monumentos e homenagens ao que eu chamo de "Estupidez Humana".

Veredicto final: Não é um filme de terror, nem um filme de acção. Tenta ficar algures pelo meio e ainda permite algumas gargalhadas.

2 Tremuras:

Flaw disse...

Não é mesmo por mal. A partir do dia 16 juro que não recuso!
Eu costumo adormecer nos filmes de terror, daí me lembrar que o ultimo que vi foi o "dreamcatcher" (1999). Mas vampiros e neve é a minha onda... :p
Pelo menos assim ficamos a saber que não vale a pena ir vê-lo. Obrigado por te sacrificares por nós! ;)

Gipsy Queen disse...

E havia algum Conde Drácula por lá!? ;)

Enviar um comentário