quarta-feira, fevereiro 27, 2008

Festival Para Gente Sentada [Parte 4]

Só para terminar e não deixar a crónica a meio, uma palavrinha sobre o segundo e último dia sobre o festival.

Logo na entrada encontrar os amigos e após a cervejinha lá fomos arranjar um lugar em que eu pudesse tirar fotografias :P

A abrir, Norberto Lobo.

Já tinha visto a prestação dele num ou outro vídeo no youtube e tinha ficado muito curioso. No festival, não desiludiu. Entrou em palco com a guitarra e num jeito timido afaga a guitarra. Norberto apenas toca. Não faz questão de fazer um espectáculo, de entreter a plateia de ser simpático. Apenas toca. Mas de forma tão extraordinária que desarma a audiência. Os aplausos seguem uns atrás dos outros. Tímido, agradece com um jeito de cabeça, fala pouco, aproxima o microfone da boca para dizer algo mais mas desiste. Volta a cabeça para a guitarra, posiciona os dedos e ajeita-se na cadeira. Norberto volta a tocar. Os dedos mexem-se na guitarra de tal forma que nem sei como é que ele consegue. Gosto de ver os dedos a dedilharem a guitarra e a associar cada movimento ao som. Mas Norberto tira mais do que os dedos mostram.
No final não hesitei em comprar o álbum e espero que volte a editar.

Norberto Lobo @ Festival Para Gente Sentada

A prestação do guitarrista não passou despercebida ao senhor que se seguiu. A substituir o doente Joe Henry, entrou em cena JP. Simões. No início do espectáculo fez algumas notas e não hesitou em dedicar o concerto ao Norberto Lobo (mas apenas e só se o concerto fosse bom).
Confesso que estava um pouco receoso para com JP. Afinal, não inteiramente o meu género de música mas sem dúvida que ia dar uma oportunidade ao cantor. Afinal, concertos ao vivo são sempre diferentes dos álbuns. E surpreendeu-me. Por meio da palavra-cantada fez-me lembrar a língua portuguesa e como esta é bonita. Com um estilo totalmente diferente do de Norberto, JP. fala com o público o que me põe muito mais à vontade. Numa altura que ando a dar mais atenção a música estrangeira, foi bom ver 2 portugueses a mostrarem-me que ainda se faz (boa) música em Portugal.

JP Simões @ Festival Para Gente Sentada

Para terminar a noite, Richard Hawley. É nesta altura que noto que a sala tem mais gente que a noite anterior. É curioso pois sempre imaginei que Nina chamasse muito mais publico, mas pelos vistos é Richard quem mexe com as multidões. Aliás, durante o concerto deu para reparar na quantidade de fans que o senhor tinha.

E como de costume.. nesta altura fico sem palavras.

Richard Hawley @ Festival Para Gente Sentada

Assim, vai o resumo: do caraças!!!

Com muito humor, Richard e a sua banda apresentou-nos diferentes emoções. Tinha ouvido o último álbum apenas um par de vezes, o suficiente para saber ao que ia e reconhecer (e cantar) algumas canções.

Para acabar, os 2 videos:

JP. Simões


Richard Hawley - Lady's Bridge

2 Tremuras:

José Eduardo disse...

"Do caraças" mesmo! Um resumo perfeito. ;) Já eu, ainda não consegui encontrar as palavras certas para descrever o momento de Hawley. Mas, sem dúvida alguma, boa, mesmo muito boa música, que se ouviu naqueles dois dias em Santa Maria da Feira. Obrigado pelos vídeos. Ah! E pelas fotos também. ;)

Anónimo disse...

Qual é a musica cantada nesse video pelo jp? alguem me pode dizer?

Enviar um comentário